Promoções em Destaque

A visitar » PENICHE, capital da onda!


PENICHE, capital da onda!

Cidade mais ocidental da Europa Continental, Peniche é senhora de uma história associada à sua geografia peninsular, outrora insular. Vizinha do oceano atlântico, Peniche é tradicionalmente local de cultura e economia de mar.

A cidade tem um valioso património, de dimensão histórica, com vários pontos de interesse a visitar. Ouça as histórias da Fortaleza de Peniche, o Forte da Consolação e o Forte S. João Baptista na ilha da Berlenga. Conheça o Centro Interpretativo da Atouguia da Baleia, a Rota das Igrejas que integra 11 templos, e a Escola de Rendas de Bilros, que mantém viva a cultura local.

Hoje, Peniche vive essencialmente da atividade turística protagonizada pelas praias com condições naturais perfeitas para a prática de surf e bodyboard, que atraem centenas de amantes e profissionais dos desportos de ondas.

 

 

  

PENICHE, UMA CULTURA DE ONDAS E MAR

Peniche e o mar são indissociáveis. É um dos maiores portos de pesca tradicional de Portugal e um grande centro atlântico de atividades marítimo-turísticas.

Antes de chegar à praia, a visita de Peniche deverá incluir uma passagem pelo centro histórico. Para além do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, das Igrejas de São Pedro e da Misericórdia, destacamos o Forte de Peniche, construído no séc. XVI/XVII para a defesa da costa em cruzamento com o Forte da praia da Consolação e o forte na Ilha das Berlengas. Foi importante para a história de Portugal em vários momentos, mas importa referir que o seu contributo mais recente foi como prisão política durante o Estado Novo, em que aqui estiveram algumas das figuras públicas mais importantes da resistência ao regime. No interior, ficaremos a saber todo os pormenores pois é atualmente o Museu Municipal de Peniche.

Para além das artes da pesca que, naturalmente, sempre foram uma das fontes de rendimento da população, Peniche é também conhecida pela arte das rendas de bilros, que as mulheres se dedicaram a aperfeiçoar enquanto os homens andavam no mar.

O mar continua a ser um dos principais pontos de interesse e desenvolvimento e as praias de Peniche são muito apreciadas. Se as baías da Consolação e do Baleal proporcionam um bom resguardo para dias de praia em família, as ondas desta costa oeste, como as da Praia de Medão Grande, conhecida como Supertubos devido às suas grandes ondas de forma tubular, são muito procuradas por surfistas e bodyboarders de todo o mundo. Num concurso a nível nacional foi nomeada como uma das “7 Maravilhas de Portugal”. Juntamente com a Praia do Lagido, são o palco do grande campeonato mundial de surf Rip Curl Pro Portugal, uma prova que integra o World Surf League Tour.

A uma viagem de barco de distância fica a Ilha das Berlengas, Reserva Natural. As suas águas translúcidas são ideais para os mergulhadores que aqui encontram um reduto natural de fauna e flora marinha. O mar agitado e o isolamento da Ilha são também o mote para muitas histórias misteriosas de pescadores e de barcos afundados nesta costa.

Como não podia deixar de ser, o mar domina também as especialidades gastronómicas. Não se deve por isso deixar Peniche sem provar a caldeirada, o arroz de marisco ou a sardinha assada no carvão, sempre acompanhados dos vinhos da região Oeste. Para sobremesa, recomendam-se os doces de amêndoa, seja um “Amigo de Peniche” ou os biscoitos chamados “Esses”.

O concelho de Peniche é uma zona de grandes belezas naturais e de um recorte paisagístico invejável, com um vasto património histórico, cultural e religioso.

Desde as magníficas praias existentes ao longo de todo a costa, ideias para a prática de desportos náuticos, ao imponente património cultural, onde se destacam as fortificações e monumentos religiosos, Peniche apresenta uma diversidade de recursos turísticos onde se inclui uma gastronomia rica e variada dominada pelos pratos de peixe e marisco e um artesanato diversificado onde se destacam as famosas Rendas de Bilros.

Peniche é um concelho vivo e de futuro. Por isso mesmo, as festas e a animação constituem uma fonte importante de entretenimento e de tradição no concelho. As festas religiosas, com especial destaque para a Festa da Nossa Senhora da boa Viagem, ajudam os Penichenses a lembrar e a sentir a terra onde vivem e a manter uma tradição de grande beleza e significado.

A Mostra Internacional de Rendas de Bilros é um evento anual, agendado para o último fim de semana do mês de julho. Este evento representa uma homenagem à mulher rendilheira e à arte de tecer a renda de bilros e conta com a participação de inúmeras comitivas estrangeiras provenientes de vários pontos do mundo que se dedicam a tecer também rendas de bilros. Uma excelente oportunidade para se deleitar com o dedilhar dos bilros de centenas de rendilheiras e para se deslumbrar com as novas aplicações desta arte nas áreas da moda, joalharia, calçado nacional, entre outras aplicações.

Em termos de desporto, o verão também é palco de muita animação, com a realização de vários torneios de futebol e voleibol de praia, a já famosa Corrida das Fogueiras, diversos campeonatos de desportos náuticos como o surf, bodyboard, kayak surf, percursos pedestres e de BTT.

Se pretender conhecer melhor o nosso concelho, sugerimos um passeio no nosso Comboio Turístico (em atividade de 3 de agosto a 15 de setembro), com opção de poder efetuar durante o dia vários percursos pela Península de Peniche e Baleal. Para mais informações acerca deste serviço, deverá contactar o Posto de Turismo de Peniche.

Nas instalações do Posto de Turismo pode obter informações acerca dos recursos turísticos existentes no concelho e na Região Oeste, bem como dos diversos restaurantes e unidades de alojamento disponíveis, e casas para arrendar.

É ainda no Posto de Turismo que se registam as marcações para socalcos na área de campismo na Ilha da Berlenga.

 

 

 

PENICHE CAPITAL DA ONDA

O potencial da costa de Peniche é indubitavelmente único. Continuar a desenvolver esse potencial é uma aposta segura para o Município. Peniche, pelas suas condições naturais, clima e proximidade geográfica é regularmente referenciado como um excelente spot de surf.

A Câmara Municipal de Peniche tem aproveitado o potencial único da sua costa desenvolvendo e apoiando várias atividades ligadas às ondas. A opinião pública foi ouvida e aceitou a ideia de "Peniche - capital da onda", que desenvolve a sua cultura do mar na perspetiva mais moderna.

Capital da onda, Peniche é a referência por excelência do surf em Portugal, e ponto de encontro da elite mundial deste desporto, nomeadamente enquanto etapa da WSL – World Surf League.

O Rip Curl Pro Portugal acontece anualmente desde 2009, no mês de outubro. Entusiastas da modalidade dos quatro cantos do mundo vêm apreciar as manobras dos melhores profissionais da modalidade a dominar as ondas tubulares, que dão nome à praia de Supertubos (Medão Grande).

Pela costa da cidade contam-se no mínimo 8 praias para a prática de surf, e ainda as praias do Baleal. Local que vive da curiosidade da aldeia piscatória ser ligada ao continente por uma língua de areia, que dependendo da vontade do mar, está imersa ou submersa, tornando-a ilha ou península.

 

CENTRO DE ALTO RENDIMENTO DE SURF DE PENICHE

É no conhecimento e no detalhe da técnica que está a diferença entre a ganhar ou perder. O Centro de Alto Rendimento de Surf é um pólo de treino com as condições ideais para atletas de elite mundial e alta competição que procuram superar-se.

Para quem se inicia no desporto, existem várias escolas de surf para aprender a prática. Desde miúdos a graúdos, o surf é um desporto de natureza, que promove a saúde física e bem-estar. E em Peniche está no local certo para aprender.

O Centro de Alto Rendimento de Surf de Peniche está vocacionado para o treino e aperfeiçoamento técnico de seleções, equipas e atletas de elite e de alta competição. O edifício terá capacidade para alojar cerca de 30 pessoas em simultâneo, entre técnicos e atletas, podendo este número ser aumentado.

A escolha de Peniche para ter um Centro de Alto Rendimento de Surf, integrado na respetiva Rede Nacional está intimamente ligada às condições naturais ímpares que o concelho oferece para a prática de desportos de deslize nas ondas assim como à estratégia de especialização e marketing territorial que o Município adotou, baseada no conceito de Peniche, capital da onda

 

 

 

 

RESERVA NATURAL DAS BERLENGAS

Em frente a Peniche, a uma distância de 10kms, o arquipélago das Berlengas é um reduto da Natureza em estado quase selvagem. Constituído por 3 grupos de ilhéus - Estelas, Farilhões e a Berlenga - conserva uma vegetação rasteira exuberante que inclui espécies únicas como a Armeria berlegensis e a Herniaria berlengiana, cujos nomes evidenciam bem a sua origem.

Muitas espécies de aves encontram aqui o refúgio ideal para nidificar ou para uma pausa nas suas viagens de migração. A presença mais marcante é sem dúvida a das gaivotas, que estão por toda a parte. Avistam-se também espécies ameaçadas como o airo, pássaro que se assemelha a um pinguim pequeno, escolhido para símbolo da Reserva. A área protegida compreende ainda uma importante reserva marinha de 985 hectares, com uma fauna muito diversificada.

A Berlenga, a ilha maior, é a única que tem habitantes durante todo o ano mas apenas para assegurar serviços indispensáveis - o funcionamento do Farol e a vigilância da Reserva, já que o isolamento chega a ser absoluto. Entre maio e outubro, existe transporte marítimo diário a partir de Peniche. Se o horário não lhe convier, ou se pretender fazer a sua visita noutra época, há pequenos barcos que o podem levar desde que as condições do mar o permitam.

A Berlenga é o local ideal para quem procura a tranquilidade, longe da confusão, já que a ilha tem uma lotação máxima limitada a 350 pessoas. Para a conhecer, poderá seguir os trilhos pedestres que o levam às Grutas, à Fortaleza de São João Baptista ou simplesmente a encontrar bons locais para apreciar paisagens deslumbrantes.

A Ilha da Berlenga dista cerca de 7 milhas do Porto de Peniche, com comprimento e largura máximos de 1500 e 800 metros respetivamente, um perímetro de 4000 metros, 88 metros de altitude máxima e -30 de mínima.

Área com elevado interesse botânico com vários endemismos e espécies de distribuição restrita. Local de nidificação para algumas espécies de aves marinhas (caso do Airo Uria aalge, símbolo da Reserva) e ponto de passagem para numerosas espécies migradoras. Reserva Marinha de grande riqueza faunística, nomeadamente ictiológica.

O Arquipélago das Berlengas é área protegida por legislação, integrado nas Reservas Naturais pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e Reserva da Biosfera da UNESCO desde 2011.

 

 

 

MUSEU DA RENDA DE BILROS DE PENICHE

A Renda de Bilros de Peniche é amplamente considerada o ex-libris do artesanato Penichense, um património cultural de referência incontornável e um ativo de substancial importância, reconhecido tanto em Portugal, como no estrangeiro.

Integrado na Rede Museológica concelhia, o Museu da Renda de Bilros de Peniche, inaugurado a 23 de julho de 2016, versa o estudo, a conservação, a valorização e a divulgação deste importante património cultural de Peniche – a Renda de Bilros – nas suas vertentes material e imaterial.

A Renda de Bilros é, indubitavelmente, parte da herança cultural das gentes de Peniche – um património vivo, testemunho da identidade, memórias e tradições seculares deste território.

Entretanto, a originalidade e a qualidade das rendas de bilros de Peniche atingiram tal grau de perfeição e notoriedade, que toda e qualquer renda de bilros portuguesa passou a ser conhecida, simplesmente, por renda de Peniche. Em meados do séc. XIX existiam em Peniche quase mil rendilheiras e, segundo Pedro Cervantes de Carvalho Figueira, eram oito as oficinas particulares onde crianças a partir dos quatro anos de idade se iniciavam na aventura desta arte. Mas foi em 1887, com a fundação da escola de Desenho Industrial Rainha D. Maria Pia (mais tarde Escola Industrial de Rendeiras Josefa de Óbidos), sob a direção de D. Maria Augusta Bordalo Pinheiro, que as rendas de Peniche atingiriam um grau de perfeição e arte difíceis de igualar.

A Câmara Municipal de Peniche dedica, todos os anos, durante o mês de Julho um dia destinado a estas artesãs - Dia da Rendilheira, agora inserido no programa da Mostra Internacional de Rendas de Bilros, dando-nos a possibilidade de nos maravilharmos com suas obras.

 

 

 

GUIA DE PRAIAS

Sendo um concelho dotado de algumas das mais belas praias do país, Peniche é o local ideal para prática de desportos naúticos. Apesar de existirem muitas praias no concelho, destacam-se as do Medão supertubos, Baleal, são Bernardino, Cova da Alfarroba, Gamboa e Consolação, sendo várias as galardoadas com Bandeira Azul.

A Praia do Baleal é um extenso areal banhado por águas tranquilas, que oferecem boas condições para a prática e aprendizagem de windsurf.
Para tornar a estada mais agradável a todos os que aqui passam o verão, existem também vários campos de ténis, piscinas, discoteca e um centro hípico.

O Forte divide a Praia da Consolação em duas partes distintas. Do lado sul, encontra-se uma zona de rochas muito rica em iodo. Com uma excelente exposição solar possui excelentes condições terapêuticas, sendo procurada por numerosas pessoas que aqui encontram alívio para doenças de ossos. Do lado norte, a paisagem é completamente diferente. A partir do forte avista-se um largo e areal muito extenso que se prolonga por vários quilómetros em direção a Peniche.
Banhada pelo mar de ondulação forte, esta praia é muito apreciada pelos praticantes de surf e windsurf.

Praia de Medão - Supertubos
Considerada uma das melhores para a prática de surf e bodyboard, tanto a nível nacional como internacional, a Praia de Medão é conhecida pelas suas ondas de forma perfeita e tubular, sendo por isso também designada por Supertubos. As cristas das ondas são de tal modo longas que criam espaços vazios, verdadeiros tubos, que atraem praticantes destas modalidades oriundos de todas as partes do mundo, ao longo do ano inteiro.

Praia da Gamboa
Situada junto ao farolim de Peniche e muito próximo da cidade, a Praia da Gamboa está rodeada por um cordão de dunas coberto de vegetação, que a protegem e tornam mais acolhedora. O areal longo é ideal para caminhadas e prolonga-se sem separações até à Praia da Cova da Alfarroba.

O Cabo Carvoeiro situa-se no extremo da Península de Peniche, sobre o Oceano Atlântico, no concelho de Peniche, Distrito de Leiria, em Portugal. É um local de grande valor natural e paisagístico, com grande variedade de falésias calcárias fortemente erodidas e campos de lapiás.

É o ponto mais ocidental de Portugal continental a norte do Cabo da Roca. A oeste pode avistar-se o pequeno arquipélago das Berlengas, integrado numa reserva natural terrestre e marinha. Neste local foi erguido o Farol do Cabo Carvoeiro, de 25 m de altura, devido aos inúmeros naufrágios ocorridos nesse trecho do litoral.

A pequena Capela de Nossa Senhora dos Remédios, cerca do cabo, é o destino de uma concorrida romaria. Tem o interior revestido por valiosos azulejos do século XVIII, da oficina do mestre António de Oliveira Bernardes.

Na vizinha Gruta da Furninha, foram encontrados vestígios de ocupação humana remontando à pré-história.

 

 

 

GASTRONOMIA

Pela proximidade do mar, as gentes de Peniche desde sempre se dedicaram à pesca, pelo que não é de estranhar que a sua gastronomia seja predominantemente dominada pelos pratos de peixe e marisco.

Nos numerosos restaurantes existentes na cidade e nas principais estâncias balneares, podem-se encontrar as mais diversas especialidades gastronómicas da região, de onde sobressaem a "Caldeirada de Peniche" e a Sardinha assada. Igualmente deliciosa é a doçaria local de que os Pastéis de Peniche, os Amigos de Peniche, e uns biscoitos de amêndoa chamados "esses" são as principais especialidades.

A Avenida do Mar e o Largo da Ribeira são os dois locais da cidade onde se pode encontrar uma maior variedade de restaurantes e especialidades. No entanto, os restaurantes encontram-se espalhados por todo o concelho, fazendo da gastronomia um dos pontos altos e mais atractivos desta região.

 




ALOJAMENTO & RESTAURAÇÃO

 

 

 


 

Créditos, Fotos e Informações: www.cm-peniche.pt
Facebook: www.facebook.com/CamaraMunicipalPeniche