My Best Hotel
Hoteis Turismo Rural Alojamento Local Hostels Campismo Atividades Restaurantes A Visitar Promoções

Ofertas Especiais

Locais a visitar » Ponte de Lima, entre a história e a natureza!

Ponte de Lima, entre a história e a natureza!

PONTE DE LIMA

Em Ponte de Lima, terra de história e de histórias, um passeio pelo centro é um regresso à nossa ancestralidade. O Largo de Camões, sala de visitas da vila, acolhe-o com o Chafariz Nobre, terminado de construir em 1603. A Ponte, logo ali ao lado, vai abrir-lhe o apetite para a respetiva travessia... Atravesse-a e admire a beleza da Igreja de Santo António da Torre Velha, do século XIX, com destaque para a altura da torre e para as gárgulas existentes em cada ângulo da mesma. Contígua, a Capela do Anjo da Guarda, uma construção com raízes românicas e góticas, que muitos atribuem ao século XIII, vai aguçar-lhe a curiosidade pela forma singela e harmoniosa com que se insere na paisagem.

Não regresse à outra margem sem visitar o Festival Internacional de Jardins e o pitoresco Arrabalde de Além-da-Ponte, de inegável interesse arquitetónico. Na margem esquerda, de volta ao centro histórico, admire a Torre de S. Paulo, do século XIV, o Pelourinho, a Torre da Cadeia Velha, espaço que serviu de encarceramento até aos anos sessenta do século XX, e o Arco da Porta Nova, que dá acesso à velha Rua da Judiaria.

Ao dirigir-se a um outro ex-libris de Ponte de Lima, a Avenida dos Plátanos, detenha-se na barroca Capela de Nossa Senhora da Penha de França. Na referida avenida, visita obrigatória à Capela de Nossa Senhora da Guia (século XVII) e ao notável conjunto formado pelas Igrejas de Santo António dos Frades (século XV) e da Ordem Terceira de S. Francisco (século XVIII), que albergam o Museu dos Terceiros.

Dirija-se agora ao Teatro Diogo Bernardes, belo exemplar de um teatro à italiana, inaugurado em 1893, que continua a ser o centro cultural, por excelência, da vila. De imediato, o Palacete Villa Moraes, com admiráveis fachadas de imitação neoclássica, ao velho estilo de brasileiro torna viagem, e um parque envolvente, romântico, acolhedor e convidativo a uns momentos de deleite.

De volta ao centro da vila, a Igreja Matriz, mandada reconstruir por D. João I, é de visita obrigatória. Daí, dirija-se ao Paço do Marquês (século XV) e visite o Centro de Interpretação da História Militar de Ponte de Lima. Sugerimos também a visita à Igreja da Lapa, onde se encontra a imagem do popular S. Benedito, de semblante negro.

Na Praça da República destacam-se o pelourinho e os monumentos evocativos à Rainha D. Teresa e ao poeta António Feijó.

Perca-se agora pelas ruas e ruelas da vila, com destaque para a Rua Beato Francisco Pacheco e para o quinhentista Bairro das Pereiras, com belos exemplares arquitetónicos e fachadas notáveis. Sugerimos o término deste roteiro, de entre muitos outros possíveis, na Capela de Nossa Senhora da Misericórdia das Pereiras, onde irá desfrutar de uma vista sublime para o rio e para o conjunto da vila.


A ponte (Romano - Gótica)
O ex-libris de Ponte de Lima, que conjuntamente com o rio que banha a vila, deu o nome à localidade, é a sua ponte. Na realidade, é um conjunto formado por duas pontes: um troço medieval, de maior dimensão, que tem início na margem esquerda e se estende até à Igreja de Santo António da Torre Velha e a passa ainda em dois arcos. Depois, o troço que resta da ponte romana. São apenas cinco arcos a partir do grande arco que está em leito seco. Se descer verá também os alicerces da Torre Velha, talvez a primeira do sistema defensivo medieval.

A ponte romana data provavelmente do século I, uma vez que foi nessa época que se procedeu à abertura do trajeto de uma das vias militares do antigo "Conventus Bracaraugustanus", que ligava Braga a Astorga, neste caso a Via XIX, mandada abrir pelo Imperador Augusto.


Rio Lima - O rio do esquecimento
A ligação desta terra ao rio que lhe deu parte do seu nome é muito forte e, ainda nos dias de hoje, temos que reconhecer essa mais valia que é também um ponto marcante dos setores turístico e ambiental.

Denominado pelos romanos de Lethes - o Rio do Esquecimento (acreditavam que quem o atravessasse perderia para sempre a memória do passado), regou durante séculos as nossas terras, abasteceu de águas as nossas casas e permite que residentes e visitantes possam banhar-se nele durante o período balnear, pois a poluição, felizmente, ainda não chegou a estas paragens.

Os desportos náuticos são cada vez mais uma constante. A sua prática motiva uma procura crescente das suas águas e das estruturas colocadas à disposição de atletas e de praticantes das mais diversas modalidades desportivas aquáticas.

 

CULTURA - UMA VILA DINÂMICA

Ponte de Lima não ficou para a história. Atualmente é um dos principais destinos turísticos do Norte do país, pela sua vivacidade cultural e artística. São dezenas os festivais, feiras e certames de projeção nacional e internacional que têm lugar durante todo o ano na vila e que vão ao encontro das expectativas e dos desejos dos mais variados públicos. A Vila mais antiga de Portugal, preserva as suas tradições, e enaltece a sua história e as potencialidades turísticas do concelho, através da rede museológica constituída pelo Museu do Brinquedo Português, o Museu dos Terceiros, o Museu do Vinho Verde e o Museu Militar.

 

ATIVIDADES DE ANIMAÇÃO TURÍSTICA

Ponte de Lima usufrui de um património ambiental notável, elevando ao patamar máximo os níveis de qualidade de vida no concelho. Não perca a oportunidade de conhecer as diferentes atividades existentes no concelho, desde passeios a cavalo ou de bicicleta, a atividades no rio Lima, golfe, ténis, são exemplos de práticas saudáveis disponíveis em Ponte de Lima, venha experimentar!

 

12 RAZÕES PARA SE APAIXONAR POR PONTE DE LIMA

1 - Uma longa e notável História
Aqui, História e património estão por todo o lado. Ponte de Lima combina harmoniosamente, elementos dos nossos antepassados e cria um pitoresco e bucólico postal. A Ponte Romana e Gótica une as duas margens do Rio Lima há séculos e é a nossa principal atração. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/patrimonio

2 - Natureza, a um passo de distância
A Natureza no seu esplendor está em todo o lado: florestas, ecovias,parques, jardins, a área protegida…sem esquecer a majestosa Avenida dos Plátanos que acolhe os visitantes, incluindo os milhares de peregrinos que fazem todos os anos, o Caminho Português de Santiago. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/ecovias-rotas-e-percursos

3 – Rio Lima
Em Ponte de Lima vai sentir uma estreita relação de proximidade com o rio. Denominado pelos romanos de Lethes – o Rio do Esquecimento (acreditavam que quem o atravessasse perderia para sempre a memória do passado), a ligação desta terra ao rio que lhe deu parte do seu nome é muito forte e, ainda nos dias de hoje, temos de reconhecer essa mais-valia que é também um ponto marcante dos setores turístico e ambiental. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/ponte-de-lima/rio-lima

4 – Gastronomia
Aprecie a deliciosa gastronomia local, como o Arroz de Sarrabulho servido com rojões de porco. A lampreia do Rio Lima também é muito apreciada e tal como em outras terras portuguesas, não pode faltar um prato típico de bacalhau, sendo aqui preparado o famoso Bacalhau de Cebolada, um prato popular e muito procurado nas tascas e restaurantes. Todas estas iguarias são acompanhadas do afamado Vinho Verde de Ponte de Lima. Para os mais gulosos, os que gostam de doces, não podem deixar de saborear a textura do leite-creme queimado. Há numerosos restaurantes em que se confecionam estas especialidades, pelo que não deve perder a oportunidade única de as apreciar no local de origem. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/gastronomia

5 – Um povo simpático e acolhedor
Autencidade é uma constante… um povo extremamente acolhedor que vai adorar contar os melhores segredos da sua terra. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/ponte-de-lima/ponte-de-lima-historica

6 – Grandes eventos durante todo o ano
Festivais Gastronómicos, Festivais temáticos, Festas Populares, Eventos Desportivos, Festivais culturais… durante todo o ano. Aproveite e usufrua oferta da Vila mais Antiga de Portugal. Ver maiswww.visitepontedelima.pt/pt/turismo/ponte-de-lima-convida Em Época Baixa, Ponte de Lima em Alta: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/ponte-de-lima-em-alta

7 – Parta à descoberta dos arredores
Bonitas paisagens e incríveis panorâmicas dos miradouros. Faça uma incursão pelos arrabaldes e pelos românticos arredores, faça um piquenique e descubra as aldeias e as casas solarengas que pontuam a paisagem. As vinhas serão uma constante, assim como os trilhos e caminhos rurais que são ideais para dias de descanso. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/onde-ficar

8 – Diversidade de espaços museológicos
Cinco espaços museológicos para descobrir: Museu dos Terceiros, Museu do Brinquedo Português, Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde, Centro de Interpretação da História Militar e Centro de Interpretação do Território. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/servicos-de-cultura

9 – Festival Internacional de Jardins
O Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima é um evento anual que decorre desde o fim de maio até ao final de outubro. Jardins temporários criados com uma diferente temática a cada ano e que se encontram em exibição, tornando-se uma nova descoberta a cada estação. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/14-festival-internacional-dos-jardins

10 – Área Protegida das Lagoas de Bertiandos e São Pedro d’Arcos
Declarada Zona Húmida de Importância Internacional, pela raridade dos seus habitats e pela elevada biodiversidade que sustenta a Área Protegida desenvolve-se em torno de duas lagoas e margens do Rio Estorãos, numa área total de cerca de 350ha. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/area-de-paisagem-protegida-das-lagoas-de-bertiandos-e-s-pedro

11 – Vaca das Cordas
Podemos chamar-lhe a tradição mais tradicional de Ponte de Lima, pois perde-se no pó dos tempos a origem de tão peculiar manifestação. Em véspera do Dia de Corpo de Deus, ao final da tarde, milhares de pessoas aguardam para ver, a vaca guiada por cordas, segue por algumas ruas do centro histórico e termina no areal junto ao Rio Lima, numa cadência de espetáculo e emoção.

12 – Feiras Novas
Feiras Novas acontece no segundo fim de semana de setembro, quando o verão se prepara para a sua despedida, Ponte de Lima engalana-se para a sua festa maior. É o povo com a sua alegria e espontaneidade, a sua forma de fazer e estar na festa, as rusgas e os cantares ao desafio, o folclore em qualquer canto da vila que transforma as Feiras Novas num momento único e na romaria que é considerada o ‘maior congresso ao vivo da cultura popular em Portugal. Ver mais: www.visitepontedelima.pt/pt/turismo/feiras-novas

 

 

Videos e Informações: www.visitepontedelima.pt
Facebookwww.facebook.com/visitpontedelima
Fotos: Autores - Nº 2 - Artur e Nº 6 - Joaquim Rios.

VILA JARDIM

Ponte de Lima é a vila mais florida de Portugal. O respeito e a manutenção dos espaços verdes reflete-se na harmonia que os caracteriza. Na vila e arredores existe um conjunto notável de jardins que convidam a longos passeios, à leitura de um livro, a um descanso relaxante, a uma plena descontração.

No Parque Temático do Arnado, quatro jardins, para além da estufa/horto botânico, vão conduzi-lo pela história da arte dos jardins.

Ainda na margem direita, o Campo do Arnado é mais um aprazível e ajardinado local para os amantes dos espaços verdes e, na época balnear, permite um fácil acesso às águas transparentes do rio e ao imperdível Festival Internacional de Jardins.

Na margem esquerda, a frondosa e monumental Avenida dos Plátanos, o Jardim dos Terceiros e o Parque da Guia obrigam a uma paragem mais prolongada. No centro da vila, o Jardim Dr. Adelino Sampaio, o Jardim da Lapa, a Villa Moraes e o Jardim do Paço do Marquês são alguns dos exemplos do muito que pode encontrar nesta secular localidade.

As características únicas de Ponte de Lima fazem deste vale um jardim natural e espontâneo. Junto ao rio Lima, os choupos (Populus sp.) e os salgueiros (Salix alba) formam autênticas bordaduras. Nas veigas, para além das culturas, os campos enchem-se de flores silvestres, compondo os mais belos “tapetes” floridos de cores limianas: pampilos amarelos (Chrysantemum segetum) e “borragem” roxa (Borago officinalis). Nas encostas, entre o verde da floresta, sobressaem os tons amarelo e branco da mimosa, da giesta e do tojo e o tom roxo da urze (Calluna vulgaris) lilás, rosa e púrpura.

 

A NÃO PERDER

Avenida dos Plátanos
Zona pedestre com plátanos centenários, plantados em 1901, que proporcionam à vila de Ponte de Lima um local preferencial no verão, devido à frescura que... [Saber mais]

Caminho do Topo - Açude do Rio Lima
Um espaço diferente que podemos considerar um prolongamento da Avenida dos Plátanos, junto à margem esquerda do Rio Lima... [Saber mais]

Campos do Arnado
Espaços relvados, alguns com vinha, que funcionam como parques de merendas e zonas de lazer que integram bar de apoio e espaços amplos de divertimento para... [Saber mais]

Festival Internacional de Jardins
O Festival Internacional de Jardins localiza-se em Ponte de Lima, na margem direita do rio Lima. Tem uma área de cerca de 2,5 ha e organiza-se em quatro... [Saber mais]

Jardim dos Terceiros
A ideia base para a recuperação dos jardins do Convento de Santo António e dos Terceiros assentou na análise de alguns documentos antigos e numa fotografia... [Saber mais]

Jardim Dr. Adelino Sampaio
Jardim com canteiros de plantas anuais no qual se enquadram os Paços do Concelho, o Pelourinho e a Casa Torreada dos Barbosa Aranha... [Saber mais]

Jardim Sebastião Sanhudo
Jardim da marginal com zona pedestre junto ao Passeio 25 de Abril, entre a Alameda de S. João e a Avenida dos Plátanos. Espaços relvados com canteiros de... [Saber mais]

Largo do Dr. António Magalhães
Trata-se de mais um local aprazível no centro da vila, onde existem alguns espaços ajardinados com a presença de canteiros de plantas arbustivas... [Saber mais]

Paço do Marquês
Jardim com sebes de escalónia (Escallonia), piracanta (Pyracantha) e ligustro (Ligustrum). Alguns canteiros com plantas arbustivas, onde se destacam as... [Saber mais]

Parque da Guia
Espaço verde para estacionamento até 460 viaturas – a zona de estacionamento deste parque é essencialmente um espaço ajardinado, muito arborizado, que... [Saber mais]

Parque da Lapa
No Parque da Lapa encontramos uma grande variedade de árvores, algumas seculares, designadamente o Cedrus deodara e o Cedrus libani... [Saber mais]

Parque da Vila - Parque Urbano de Ponte de Lima
Num espaço com cerca de 5,5 ha de características únicas ao nível da exposição solar e arejamento, a população local e visitantes encontrarão... [Saber mais]

Parque do Monte da Madalena
Localizado na freguesia de Fornelos, a cerca de 240 m de altitude, com acesso pelo denominado ramal da Madalena, aberto em maio de 1923, a deslocação até ao... [Saber mais]

Parque Temático do Arnado
O Parque insere-se no Projeto Global de Valorização das Margens do Rio Lima e a sua conceção procura ter uma função cultural e recreativa. A componente... [Saber mais]

Passeio Ribeirinho - Ecovias
Espaço verde complementado com a parte desportiva – Centro Náutico. Apresenta três zonas relvadas (parque de estacionamento, restaurante e marina/açude).... [Saber mais]

Villa Moraes
As espécies arbóreas existentes, algumas delas raras e de beleza notável, proporcionam uma visita agradável ao espaço que se completa com a presença de... [Saber mais]

 

 

ECOVIAS, ROTAS E PERCURSOS

No concelho de Ponte de Lima os percursos pedestres existentes privilegiam o contacto com a natureza e a interpretação do meio ambiente. A majestosidade da vegetação prolonga-se pelas ecovias construídas para que todos os utilizadores possam desfrutar de um passeio alegre e descontraído ao longo do rio Lima, onde são praticadas atividades náuticas. Estas podem igualmente ser usufruídas por todos, tenham ou não apetência desportiva, já que esta vila se orgulha do convívio da diversidade que promove.

Descarregue aqui a App - Percursos Pedestres

PATRIMÓNIO

Ponte de Lima, herdeira de um vasto património, quer no seu centro histórico multissecular, quer na paisagem milenar que a rodeia, Ponte de Lima bem se pode orgulhar dos 46 monumentos classificados que se encontram no seu atual território concelhio. São ao todo 3 Monumentos Nacionais, 38 Imóveis de Interesse Público e 5 Imóveis de Interesse Municipal, que traduzem a riqueza e diversidade do seu património arqueológico e arquitetónico, bem como a sua importância histórica.

Caminho Português de Santiago
Desde a Idade Média, naquele que passou a designar-se Caminho Português de Santiago, que Ponte de Lima se tornou ponto de passagem obrigatória de todos os... [saber mais]

Castro de Santo Estêvão da Facha
Dos inúmeros castros identificados no concelho, o Castro de Santo Estêvão da Facha merece uma visita especial dado tratar-se de um belíssimo testemunho de... [saber mais]

Chafariz de Ponte de Lima e fontes dispersas pela Vila
A importância da água, mesmo numa região onde a mesma, felizmente, abunda, de que é prova o verde da paisagem que nos caracteriza, sempre foi respeitada e... [saber mais]

Cruzeiros de Ponte de Lima
Cruzeiro de S. Pedro de Arcos, de Santo António da Torre Velha (Arnado - Arcozelo) e de Nossa Senhora da Luz (Arcozelo)
Os cruzeiros são uma das marcas patrimoniais do concelho de Ponte de Lima, encontrando-se exemplares notáveis quase em todas as freguesias, pelo que... [saber mais]

Igrejas Românicas de Ponte de Lima
Santo Abdão (Correlhã), Espírito Santo (Moreira) e Santa Eulália (Refoios)
Existem vários vestígios do românico no concelho de Ponte de Lima, com especial destaque para a arquitetura religiosa, salientando- se os três exemplares... [saber mais]

Mosteiro e Igreja Paroquial de Refoios
O edifício do Mosteiro de Refoios, fundado no século XII por D. Afonso Ansemondes, para Cónegos da Regra de Santo Agostinho, alberga atualmente as... [saber mais]

Património Religioso da Vila e da Além da Ponte
O conjunto formado pelo património religioso na vila e imediatamente após a travessia da ponte medieval e romana, Além da Ponte, como por cá se diz, é... [saber mais]

Pelourinhos de Ponte de Lima
Pelourinho de Ponte de Lima (e Paços do Concelho) e Pelourinho de Bertiandos
Em Ponte de Lima, o pelourinho, símbolo do poder absolutista, existia no areal do Rio Lima, fora de muralhas. Com a vitória liberal sofreu o desmantelamento,... [saber mais]

Ponte de Estorãos, Arco da Geia (Arcozelo) e Ponte do Arquinho (Arcozelo)
Independentemente de Ponte de Lima, em termos de pontes, ser uma referência nacional, pela importância arquitetónica e viária que o conjunto da ponte... [saber mais]

Ponte Romana e Ponte Medieval
O ex-libris de Ponte de Lima, que conjuntamente com o rio que banha a vila, deu o nome à localidade, é a sua ponte. Na realidade, é um conjunto formado por... [saber mais]

Santuários Barrocos de Ponte de Lima
Santuário de Nossa Senhora da Boa-Morte (Correlhã) e Santuário de Nosso Senhor do Socorro (Labruja)
Para além da arquitetura civil, em que o barroco sobressai, pelo número de exemplares preciosos, perante outros estilos, a arquitetura religiosa recebeu... [saber mais]

Sepultura Medieval e Pedra do Cavalinho
Monte de Santo Ovídio (Arcozelo)
Para quem visita Ponte de Lima, subir ao Monte de Santo Ovídio torna-se obrigatório para realizar a conciliação entre património cultural e património... [saber mais]

Solares Barrocos de Ponte de Lima
Ponte de Lima, nos seus 351 km2, reúne o maior conjunto existente em Portugal dos denominados solares barrocos, essas tão curiosas casas apalaçadas, muitas... [saber mais]

Torre da Cadeia Velha e Torre S. Paulo
Classificadas como Imóveis de Interesse Público, assim como o pano de muralha que as une, a Torre da Cadeia Velha e a Torre de S. Paulo (que também já teve... [saber mais]

Torre de Refoios e Paço do Curutelo (Freixo)
As construções medievais, ou com vestígios da Idade Média, proliferam por todo o concelho de Ponte de Lima, principalmente se atentarmos a muitos elementos... [saber mais]

GASTRONOMIA

Em Ponte de Lima a gastronomia, suculenta e saborosa, tem o seu ex-libris no Arroz de Sarrabulho, servido com rojões de porco, um prato rico em sabores e tradição. A lampreia do Rio Lima também é muito apreciada. Esta iguaria pode ser cozinhada de diversas formas, com destaque para o Arroz de Lampreia e para a Lampreia à Bordaleza. Uma palavra de realce para o Bacalhau de Cebolada, prato tradicional estimado a nível popular, confecionado nas tascas e nos restaurantes limianos, tornando-se num pitéu afamado e muito procurado e também para a Espetada do Brutus e o Naco de Minhota.

Para os mais gulosos, os que gostam de doces, não podem deixar de saborear a textura do Leite-Creme queimado ou as limianas.

 

 

ENOTURISMO - CAPITAL DO LOUREIRO

Localizada na zona dos afamados e mundialmente únicos vinhos brancos loureiros, destacando-se igualmente o tinto vinhão, o concelho conta com a produção da Adega Cooperativa de Ponte de Lima, fundada em 1959, para além da de produtores engarrafadores particulares. Aquando da abertura, a Adega Cooperativa contava com 47 sócios; hoje são mais de 2000. O crescimento do negócio fez-se sabendo manter a qualidade do produto. Os vinhos de qualidade obtidos distinguem-se facilmente pela cor e pelo aroma único que os caracteriza.